quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

HOMEM É "CURADO" DA AIDS APÓS TRANSPLANTE DA MEDULA ÓSSEA, DIZ PESQUISA

O site "The Huffington Post" divulgou nesta semana que Timothy Ray Brown, mais conhecido como o "Paciente de Berlim", pode ter sido a primeira pessoa a ter se livrado do vírus HIV, causador da Aids, depois de um tratamento com células-tronco, devido a uma leucemia.
Os médicos que o monitoram afirmam que ele não possui mais o vírus, um resultado da aplicação de células-tronco em 2007 no tratamento contra leucemia.
O caso que foi apresentado pela primeira vez em 2008, em uma conferência médica foi publicado em 2009 em uma das principais revistas médicas do mundo, a "New England Journal of Medicine". Porém, ganhou notoriedade depois que a revista científica 'Blood', da Sociedade Americana de Hematologia, afirmou que ele foi "curado".
Brown para evitar o desenvolvimento da AIDS tomava medicamentos antirretrovirais. Mas, quando descobriu que tinha leucemia e precisaria passar por um transplante de médula óssea, parou com a medicação contra o HIV. Em todos os outros pacientes, a interrupção faz a doença aparecer em questão de semanas. Em Brown, isso não aconteceu.De acordo com o G1, Os cientistas acreditam que a doença não se desenvolveu porque, para o tratamento contra a leucemia, Brown recebeu um transplante de células-tronco com uma mutação -- elas não possuíam um receptor chamado CCR5, que é vital à multiplicação do vírus da Aids. Como consequência, o organismo dele conseguiu recompor as células de defesa que tinham sido atingidas pelo vírus. (As informações são do Correio)

Nenhum comentário:

Postar um comentário