quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

BRASIL E INGLATERRA ALINHADOS PARA SALVAR O PROTCOLO DE KYOTO

Japão, Rússia e Canadá não prorrogarão o Tratado de Kyoto, que obriga cerca de 40 países ricos a reduzirem suas emissões de gases de efeito estufa em um primeiro período até 2012. Esses países insistem que um novo tratado da ONU seja mais amplo nos próximos anos e inclua outros grandes emissores, como China, Estados Unidos e Índia.
Para as nações em desenvolvimento, as ricas - que emitiram mais gases de efeito estufa pela queima de combustíveis fósseis desde a Revolução Industrial - devem manter o tratado.
O primeiro-ministro britânico, David Cameron, conversou por telefone com o primeiro-ministro japonês, Naoto Kan, para discutir o impasse sobre Kyoto, assinado em 1997. Delegações inglesas e brasileiras estão supervisionando as negociações.
Os japoneses foram mais flexíveis nas sessões de negociação, já a Venezuela mantém uma postura “linha-dura”.Atualmente Kyoto obriga cerca de 40 países desenvolvidos a cortarem emissões e uma média de 5,2% abaixo dos níveis de 1990. Informações: www.uol.com.br
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário