segunda-feira, 16 de agosto de 2010

DILMA ROUSSEFF REBATE AFIRMAÇÕES INVERIDICAS

Questionada sobre o risco de seu passado como militante contra a ditadura ser utilizado de forma negativa na campanha eleitoral, como fez nesta sábado (14), a revista Época da Globo, com o claro objetivo de favorecer o candidato tucano José Serra, a candidata Dilma disse que o combate ao regime militar representou uma luta pela democracia em que pessoas "tiveram a generosidade de enfrentar a morte".
"Nem um pouco temo ataques da oposição. Tenho muito orgulho de ter lutado contra a ditadura, do primeiro ao último dia. Acho que aqueles que lutaram contra a ditadura são pessoas que tiveram, pelo menos na minha geração, a generosidade de enfrentar inclusive a morte. Não estávamos lutando sem correr risco de vida. Fui torturada durante 22 dias. Não há controle na tortura. Não era um momento em que a democracia vigia no País. Não participei de ação armada e sequer fui julgada por isso e sequer fui condenada", afirma

Nenhum comentário:

Postar um comentário