terça-feira, 22 de junho de 2010

COPA DO MUNDO : URUGUAI 1 X O MÉXICO

Depois de mostrar um time muito ofensivo na vitória sobre a África do Sul na última rodada, o Uruguai voltou apostar em seu forte sistema defensivo para confirmar a vaga nas oitavas de final. O time celeste apostou apenas no contra-ataque para vencer o México por 1 a 0 e confirmar sua classificação na liderança do grupo A.
Só que se acabaram derrotados, os mexicanos garantiram classificação no saldo de gols porque no outro jogo da chave a África do Sul bateu a França só por 2 a 1.
Em um jogo que poderia ser marcado pelo pouco combate de ambos os lados, já que o empate levaria os dois times ao mata-mata, o México partiu para cima e o Uruguai se segurou na maior parte do tempo, ficando apenas com contra-ataques, o suficiente para sair com a vitória.
Mesmo com seus três atacantes da última partida, quando venceu a África do Sul por 2 a 0, o Uruguai não começou o jogo com ímpeto ofensivo similar. Com isso, o México ficava mais com a posse de bola que era de 57% com 20min do primeiro tempo.
Mas o domínio, nem de longe, era convertido em bons ataques ou em chances de gol para os mexicanos, que pareciam inocentes em campo, presas fáceis para a forte marcação do Uruguai. O México tocava muito a bola e sempre batia de frente com o paredão uruguaio.
Segurando-se em sua intermediária, o time sul-americano apostava nos contra-ataques, sempre perigosos, com Cavani caindo pela direita e Forlán regendo o time.
Com exceção de um chute na trave de Guardado, o primeiro bom lance do primeiro tempo saiu apenas aos 43min e foi o gol uruguaio. Como tinha ensaiado em toda a primeira etapa, Cavani puxou o contra-ataque e cruzou certeiro na cabeça de Luís Suarez, que tocou fácil para o fundo do gol.
Precisando pelo menos empatar para garantir a vaga nas oitavas sem depender do resultado de França x África do Sul, o técnico mexicano colocou o atacante Barrera no lugar do meio-campista Guardado. O time ganhou ofensividade, mas também ficou ainda mais sujeito aos contra-ataques do Uruguai.
Depois de levar alguns sustos, como uma cabeça de Lugano que redundou em grande defesa de Oscar Perez, o México passou a dominar o jogo de forma mais contundente a partir dos 20min do segundo tempo e chegar com mais força ao ataque.
O jogo caiu de ritmo assim que saiu o primeiro gol da França sobre a África do Sul no outro jogo do grupo, praticamente acabando com a chance de mexicanos e uruguaios serem eliminados.
Agora, uruguaios e mexicanos esperam o resultado da última rodada do grupo B para saber quem serão seus rivais nas oitavas de final. Argentina é a favorita para terminar em primeiro lugar na chave. Coreia do Sul, Grécia e Nigéria disputam a segunda vaga.

Nenhum comentário:

Postar um comentário