quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Por pressão da CUT, terceirização é adiada no Senado Federal

Ficou agendada para a próxima quarta-feira (30.11) nova reunião entre as centrais e parlamentares, para discutir o relatório final sobre o projeto que regulamenta a terceirização. O acordo foi feito na tarde desta quarta-feira (22.11), em Brasília, a partir da pressão da CUT e centrais sindicais com o presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL). Antes, na parte da manhã, as centrais sindicais expressaram unanimidade diante da redação do relator, senador Paulo Paim (PT-RS), cujo texto final não prevê a possibilidade de terceirização de mão de obra nas atividades fim.
Ficou combinado que o presidente do Senado pedirá ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que o PL 4302/1998, que também dispõe sobre terceirização, não seja apreciado. Foi acertado, ainda, que Calheiros fará uma audiência com a presidência do Supremo Tribunal Federal (STF) para que o judiciário não delibere sobre o assunto.

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Terceirização sem limites pode pegar atalho e nem depender do Senado



Uma nova ameaça contra os direitos dos trabalhadores ressuscitou neste mês de novembro na Câmara dos Deputados, e chega a ser ainda mais prejudicial que o projeto de lei complementar (PLC) 30, que atropela praticamente toda a legislação trabalhista atual. Estamos falando do projeto de lei 4.302/1998, que estava sem qualquer movimentação há 14 anos e voltou das cinzas no último dia 17, quando o relator da matéria, Laércio Oliveira (SD-SE), apresentou parecer favorável à matéria na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados. Curiosamente, Laércio Oliveira (SDD-SE, partido de Paulinho da Força) é empresário ligado ao setor da terceirização e vice-presidente da Confederação Nacional do Comércio (CNC).

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Com Temer/PSDB, desemprego dá salto e chega a 21%. Com Dilma era de 12%. Analistas culpam Temer e Meirelles

Um contingente de 22,9 milhões de brasileiros ficaram sem trabalho, equivalente a 21,2% da população em idade produtiva no Brasil, ao longo do terceiro trimestre, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Segundo o órgão, a taxa de subutilização da força de trabalho - que engloba a taxa de desemprego, a taxa de desemprego por insuficiência de horas trabalhadas e a força de trabalho potencial – já havia sido elevada e no segundo semestre, alcançando 20,9% da força de trabalho. No terceiro trimestre de 2015, o índice havia sido de 18%.

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Banco do Brasil vai enxugar estrutura e conta vai para o povo

.
O prometido plano de governo do ilegítimo Michel Temer (PMDB) começava com crescer e desenvolver, mas, até agora, o que o Brasil assiste é a aplicação do diminuir, sucatear, cortar e enxugar

O Banco do Brasil (BB) é a bola da vez nesse processo e, sem dialogar com os trabalhadores, anunciou o corte de agências. A expectativa é que 397 serão transformadas em postos de atendimento e outras 402 sejam fechadas.


Segundo o levantamento da Contraf (Confederação dos Trabalhadores do Ramo Finaceiro), ao menos 10 mil trabalhadores vão deixar o BB ao longo de 2017, o que impacta diretamente no tempo de esperar para atendimento nas agências e mesmo em caixas automáticos.

domingo, 20 de novembro de 2016

Humberto, Lindbergh e Vanessa vão ao STF contra a “PEC da morte”

Os senadores Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), Lindbergh Farias (PT-RJ) e Humberto Costa (PT-PE) impetraram Mandado de Segurança no Supremo Tribunal Federal pedindo o arquivamento da Proposta de Emenda (PEC) 55 por violação à Constituição.
Para os três senadores, a PEC afronta princípios constitucionais como a soberania do voto popular, a separação entre os poderes e direitos de cidadania assegurados pelos investimentos sociais — as primeiras vítimas da tesoura que a gestão Temer pretende aplicar aos gastos públicos durante 20 anos.

sábado, 19 de novembro de 2016

Na queda, Calero denuncia maracutaia de Geddel

247 – Demitido do ministério da Cultura, Marcelo Calero revelou, em entrevista aos jornalistas Paulo Gama e Natuza Nery, os bastidores da sua queda.
Eis o principal motivo: Geddel Vieira Lima, articulador político do governo e um dos homens fortes de Michel Temer, o cobrou a pressionar o iPhan, instituto responsável pelo patrimônio histórico nacional, a liberar um empreendimento de 30 andares no centro histórico de Salvador.
O motivo: Geddel era dono de um imóvel no empreendimento embargado e começou a pressioná-lo.

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

FGTS completa 50 anos sob a mira de persistentes ataques

Em setembro do ano de 2016 o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) completou meio século de vida sob forte ameaça. O presidente sem voto para implementar medidas contra a classe trabalhadora Michel Temer (PMDB), pretende reformar o Fundo. A proposta do governo golpista é fazer com que os bancos comerciais gerenciem os recursos do Fundo trazendo, automaticamente, prejuízos à finalidade social do FGTS que é o financiamento da casa própria e investimentos em políticas públicas como obras de saneamento básico e infraestrutura.  Hoje os quase R$ 500 bilhões, provenientes da contribuição de milhões de trabalhadores, são geridos exclusivamente pela Caixa, banco totalmente público e principal operador de programas habitacionais no Brasil.

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Ex-governador Sérgio Cabral, do PMDB de Michel Temer, é preso pela PF

O ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral, preso hoje (17) pela Polícia Federal, é investigado pelo recebimento indevido de R$ 2,7 milhões da empreiteira Andrade Gutierrez, durante as obras de terraplanagem do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj). Segundo o Ministério Público Federal (MPF), Cabral teria recebido o valor, em espécie, entre os anos de 2007 e 2011.

O MPF e a Polícia Federal também investigam se Cabral lavou parte desse dinheiro. As investigações desse crime são um desdobramento da Operação Lava Jato e, por causa disso, um mandado de prisão foi expedido pela 13ª Vara Federal Criminal de Curitiba.

sábado, 12 de novembro de 2016

Feira de Santana : Sindicalistas realizam ATO frente a Previdencia Social no dia da Greve Geral

Nesta sexta-feira(11), dia da GREVE GERAL, o município de Feira de Santana que fica na Região do Portal do Sertão, parou!
Foram muitos ATOS em vários pontos estratégicos da cidade. Sindalimentcao/Bahia, Sintercoba/Bahia, Metalurgicos de Feira e Regiao e Sindicelpa/Bahia realizaram ATO frente a Previdência Social , bairro Muchila I e denunciaram o governo ilegitimo e golpista de Michel Temer. 

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Nestlé é denunciada por atacar organização sindical no Estado da Bahia


Na tarde de quarta-feira(09), o SINDALIMENTAÇÃO BAHIA esteve em assembléia com os trabalhadores do 2° turno da NESTLÉ Nordeste.
A Multinacional possui aproximadamente 850 trabalhadores diretos e fica localizada no
Centro Industrial Subae , BR 324 em Feira de Santana-Bahia.
Na assembléia que era para CONVOCAR os trabalhadores para a GREVE GERAL do dia 11. 
Na mesma assembléia o SINDALIMENTAÇÃO denunciou aos trabalhadores os ataques e as práticas de tirania da Multinacional Nestlé contra a organização sindical em Feira de Santana-Bahia.
" A direção do SINDICATO tem sido vítima de vários ataques por parte da empresa Nestlé; eles querem impor uma regra para que o SINDICATO peça autorização todas as vezes que desejar fazer uma assembléia com os trabalhadores e isso, não vamos fazer de hipóteses alguma" afirma Derlan Queiroz ( Dirigente do SINDALIMENTAÇÃO/Bahia e Secretário de Relações do Trabalho da CUT BAHIA) . " Aos seus caprichos vamos responder com muitas mobilizações e LUTAS" Crava o Sindicalista.